SDS divulga balanço de crimes durante operação de Carnaval em Pernambuco

Por Cristiano 08/03/2019 - 18:46 hs

A Secretaria de Defesa Social (SDS) divulgou nesta sexta-feira (8) o balanço de crimes registrados durante os festejos de Carnaval. Os dados foram apresentados em três amplitudes: em Pernambuco, na Região Metropolitana do Recife (RMR) e na capital pernambucana. Segundo os números mostrados, houve uma redução de 9,2% no número de homicídios em todo o Estado.

Em Pernambuco, no ano de 2019, da sexta-feira (1º) até quarta-feira de cinzas (6), foram registrados 79 crimes violentos letais intencionais (CVLI), sendo um deles um latrocínio. No ano passado, foram 87 registros no mesmo período. Durante o Carnaval, do sábado (2) até a terça-feira (5), foram registrados 62 homicídios, o mesmo número de 2018. Dois desses homicídios ocorreram nos polos de folia: um em Jaboatão dos Guararapes e outro em São Joaquim do Monte, Agreste de Pernambuco.

Na RMR, da sexta à quarta de cinzas, foram registrados 37 crimes de morte, contra 45 no mesmo período de 2018, uma redução de 17,8%. No Carnaval, na mesma região, foram 28 homicídios contra 35 no ano de 2018, um número 20% menor.

Já no Recife, a SDS registrou 12 crimes violentos em 2019, cinco a menos do que em 2018, que registrou 17, uma redução percentual de 26,4%. No Carnaval, a capital pernambucana teve 9 CVLIs, contra 15 de 2018, reduzindo esse tipo de crime em 40%.

Pernambuco teve uma redução de 42,2% nos crimes violentos contra o patrimônio (CVPs) no período de festas da sexta até a quarta. Nessa categoria estão englobados roubos a ônibus, celulares, instituições financeiras e veículos. Em 2019, foram registrados 1.099 CVPs, contra 1.900 no mesmo período do ano passado. Durante os dias oficiais do Carnaval, sábado a terça, foram 670 contra 1.303 de 2018, reduzindo em 48,6%.

Já na RMR, foram 819 CVPs, 36,3% a menos que em 2018, quando ocorreram 1.286 crimes dessa natureza. No Carnaval, 609 ocorrências contra 911 do ano passado. No Recife, foram 380 casos, reduzindo em 45,5%. O ano de 2018 teve 697. Nas festas de Carnaval, foram 284 contra 484 de 2018, uma redução de 41,3%.

Alerta Celular

Em todo o Estado, foram roubados 1.165 aparelhos no ano de 2019, 31% a menos do que em 2018, quando 1.689 celulares foram subtraídos. Nos dias de Carnaval, os registros de roubo a celular foram 1.035, contra 1.361 em 2018, caindo 24%.

Os roubos a coletivo foram 12 este ano, 25% a menos que em 2018, no qual ocorreram 16. Nos dias de festa, foram 8 ocorrências contra 10 do ano passado, reduzindo em 20%.

Importunação sexual

A novidade para 2019 é a contabilização de denúncias de importunação sexual. A lei foi publicada em setembro do ano passado, com pena de 1 a 5 anos de reclusão para quem responder por esse crime. A partir dessa data, os Estados passaram a incluir essa nova tipificação penal nos boletins de ocorrência. No Carnaval, os policiais receberam duas denúncias. Em janeiro, foram 20 casos. Já fevereiro, registrou 19.

Redução nos números da violência

A SDS acredita que a diminuição nos números seja resultado de um aumento do efetivo de agentes de segurança nas ruas. Segundo a Secretaria, em 2019 foram 12,5% profissionais a mais trabalhando nos dias da operação especial. Em Santo Amaro, a Delegacia da Mulher ficou aberta 24 horas no Carnaval. A Central de Plantões de Olinda teve instalado um plantão extra da Polícia Civil, com prioridade de atendimento à mulher e grupos vulneráveis. 

Ainda segundo a SDS, houve um registro de menos casos de violência policial. A Corregedoria recebeu 1 denúncia desse tipo de caso sobre os agentes trabalhando nos polos de festa. Em relação a áreas externas ao Carnaval, foram 5. Em 2018, foram 2 nos polos, contra 8 fora deles.