Programação do Carnaval 2019 de Olinda, veja

Por Cristiano 05/02/2019 - 19:45 hs

Com o tema “A Fantasia é Você”, o carnaval de Olinda em 2019 convida os foliões e folionas a serem o que quiserem durante o período momesco. A festa conta com oito polos espalhados pelo Sítio Histórico e a abertura ocorre em 28 de fevereiro, no Carmo, com destaque para o show de Alceu Valença.

A programação do primeiro dia da festa e o número de polos foram divulgados em coletiva de imprensa na sede da prefeitura, nesta terça-feira (5). Além do show de Alceu, que convida Elba Ramalho para o palco, a abertura conta com um arrastão do frevo, composto por orquestra de frevo, bonecos gigantes e passistas, saindo da prefeitura de Olinda até a Praça do Carmo.

A programação da abertura inclui, ainda, um show do grupo Bongar com a presença de Silvério Pessoa e do Homem da Meia-Noite. Em seguida, sobe ao palco o Quinteto Violado, ladeado por Charles Theone e o Maracatu Nação Pernambuco.

Além do Carmo, foco principal da folia, o carnaval em Olinda tem os polos Fortim, Varadouro, Guadalupe, Xambá, Rio Doce, Alto da Sé e um dedicado ao público infantil.

O Polo Fortim, também chamado de Erasto Vasconcelos, segue dedicado à cena da música alternativa, enquanto o de Rio Doce foca na produção artística local, indo do hip-hop ao reggae. Guadalupe enfatiza as apresentações culturais de raiz, como os grupos de coco. O Polo do Alto da Sé, por sua vez, foca no ritmo do samba.

A novidade para este carnaval, além do arrastão do frevo na abertura, é que o Polo Varadouro se transforma em uma passarela para a apresentação de agremiações carnavalescas, como troças, clubes de frevo, maracatus e afoxés. Há, ainda, a estreia de cortejos descentralizados nos bairros de Rio Doce e Peixinhos.

De acordo com o prefeito de Olinda, Professor Lupércio, o investimento para a festa deve girar em torno dos R$ 8 milhões, já incluindo um incentivo de R$ 1,5 milhão do governo estadual e do setor privado. Parte deste patrocínio deve provir de uma cervejaria, a ser definida através de licitação na sexta-feira (8).

Apesar de o orçamento ter se mantido similar ao de 2018, o número de polos da festa, entretanto, foi reduzido de 13 para oito. “Não queremos mexer nos cofres públicos. O número de polos foi reduzido, mas vamos investir nas atrações, nos artistas”, afirma Professor Lupércio. Em janeiro, o secretário de Turismo da cidade havia adiantado que a festa deste no seria mais focada nas agremiações.

A expectativa é de que Olinda receba cerca de quatro milhões de visitantes no período momesco, ultrapassando os 3,2 milhões contabilizados no ano passado. Desse número, foram 1,5 milhão de pessoas oriundas de outras cidades de Pernambuco, e as demais de outros estados do Brasil e de 74 países.

A programação completa deve ser fechada durante o mês de fevereiro e os detalhes dos outros polos são divulgados mais próximos do começo da festa. A estrutura de banheiros químicos, segurança e esquema de trânsito também deve ser anunciada até o fim do mês.

Durante a coletiva, ao som de uma orquestra de frevo, foram apresentados os personagens a serem estampados na identidade visual do carnaval, pelos quatro cantos da cidade. São eles: o anjo, a passista, a princesa, o super-herói, a sereia, o palhaço, a bruxa, o pirata e a caveira mexicana. A ideia é que essa atmosfera inspire os brincantes a curtirem a festa da maneira que quiserem.

Também no evento, foi apresentado o jingle oficial da folia, composto com letra e melodia de Rogério Rangel e arranjo do maestro Fábio Valois. “A música traz o tema deste ano, ‘A Fantasia é Você’, o que achei super bacana, pois prestigia o folião, que é quem faz o carnaval”, diz Rogério.

Veja a programação de abertura do carnaval

Quinta-feira (28):

  • 17h: Arrastão do Frevo, com orquestra de frevo, bonecos gigantes e passistas saindo da Prefeitura de Olinda até a Praça do Carmo
  • 19h30: Grupo Bongar convida Silvério Pessoa e o Homem da Meia-Noite
  • 21h: Quinteto Violado convida Charles Theone e Maracatu Nação Pernambuco
  • 23h: Alceu Valença convida Elba Ramalho