Bolsonaro inicia agenda em Brasília com homenagem à Constituição na Câmara

Além do presidente eleito, Temer, Rodrigo Maia e Sarney também estavam presentes no evento

Por Cristiano 06/11/2018 - 21:28 hs

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, participou nesta terça-feira, de uma sessão na Câmara dos Deputados em homenagem aos 30 anos da Constituição Federal.

Além de Bolsonaro, estiveram presentes na sessão solene o presidente Michel Temer, o presidente do Congresso, Eunício Oliveira (MDB-CE), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e o ex-presidente, José Sarney. Figuras importantes do judiciário como a procuradora-geral da República, Raquel Dodge e o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, também estiveram presentes na solenidade.

Em breve discurso, Bolsonaro destacou a importância da Constituição, celebrada durante o evento.
“A responsabilidade é de todos nós. Pedimos a Deus que nos ilumine. Agradeço por ele ter salvo a minha vida há pouco tempo e dizer a todos. Na topografia, existem três nortes, o da quadrícula, o verdadeiro e o magnético. Na democracia só um norte, é o da nossa Constituição.”

Além do presidente eleito, Dias Toffoli também discursou no plenário. Além de parabenizar Bolsonaro, Toffoli destacou que a Constituição é necessária para que todos tenham uma cidadania plena. O presidente do STF relembrou que o país passou por momento turbulento, mas seguiu dentro do que está previsto nas leis.

“ Não podemos negar que passamos por episódios turbulentos nos últimos anos. Investigações envolvendo a própria classe política e empresarial. Um impeachment de uma presidente de República, a cassação de um presidente da Câmara dos Deputados, condenação e prisão de um ex-presidente da República. No entanto, olho para tais eventos com otimismo e esperança, pois todos os impasses foram resolvidos pelas vias institucionais de maneira democrática, em respeito a Constituição e a leis brasileiras.”

Esse foi o primeiro compromisso de Bolsonaro em Brasília após as eleições, e a primeira vez que entrou no plenário como presidente e não deputado, como fez durante os últimos 28 anos. Ainda essa semana, o presidente eleito deve se reunir com Michel Temer e com Dias Toffoli.

Reportagem, Raphael Costa